Tag: meo

PT/Meo Fail (Parte 2)

Capítulo III

Meio dia do dia seguinte, telefona-me um senhor engenheiro da PT para marcar a deslocação para essa parte da tarde – recusei (estava no trabalho) e acabou por ficar marcada para as 20:00.
20:00 … 20:30 … 20:50 decido ligar para a PT (para o número gratuito), como sempre a máquina informa-me que não tenho processo de avaria aberto, escolho a opção de abrir um novo processo.
Desta vez tive sorte e a pessoa que me atendeu percebeu que apesar de ser cliente Meo me deveria tentar resolver a situação.
Este operador não conseguiu comunicar com a “equipa” que devia ter aparecido em minha casa, mas fica de me ligar mais tarde para tentar corrigir a situação caso a “equipa não apareça”.
21.30 telefona-me a “equipa” – que afinal é só uma pessoa – a pedir desculpa pelo atraso e que virá o mais depressa possível para minha casa.
22.00 telefona-me novamente a pedir indicações (normal, a minha casa está num labirinto) e a confirmar se o meu problema é, tal como indicado na folha de serviços dele, com a box (!!!)
22.20 finalmente chega e corrige a situação de forma simpática e breve – troca me o router por um novo modelo, verifica os valores da linha – a situação fica aparentemente resolvida.
Mal o técnico saiu… apercebi-me que não tinham sido reactivados os canais HD – mais uma chamada (paga – desta vez teria de ser mesmo para a linha de televisão e internet) e a situação fica resolvida em menos de 15 minutos.
Hoje de manhã fui novamente contactado pela PT – para tratar de dois assuntos :
– saber se a situação estava resolvida
– outro assunto – que não cheguei a saber, porque…
A chamada caiu e não me ligaram de volta.
Entretanto recebi um email de alguém da PT por causa do post anterior no blog, a tentar entender o que se está a passar…

Conclusões :
– É completamente ridículo o apoio técnico da PT ser pago
– É injustificável que sendo pago não tenho um valor fixo por chamada
– Não faz sentido que quando a comunicação falhe a PT reverta para o modo “se não nos disser mais nada está tudo OK”
– Não faz sentido não existir uma linha gratuita para dar continuidade a processos abertos
– É inqualificável a má educação e atitude de “despachar” de alguns dos operadores que em vez de se oferecerem para ajudar, passam ao outro e não ao mesmo.

(Continua…?)

Este post é uma continuação de “PT/Meo Fail

PT/Meo Fail

Capítulo I

Há cerca de um mês que tenho tido problemas com o “meu Meo” – Internet lenta (por vezes mesmo parada).
Acabei por me chatear e ligar para a linha de apoio a clientes – 1ª Surpresa – o apoio técnico relativo a Internet e Televisão passou a pago!
Depois de vários minutos em espera, seguidos de mais uma dúzia deles (todos bem pagos…) de “diagnóstico”, não acharam nada de errado com o meu serviço, mas prometerem investigar mais aprofundadamente, tendo-me informado que seria contactado nas próximas 48 horas.
Cerca de 24 horas depois a PT, simpaticamente, deu-me um toque para o telemóvel – sim, um toque – completamente impossível de atender. E mais tarde, já eu estava em casa, repetiram o mesmo para o telefone de casa – tocou 5 segundos e parou.
No dia seguinte recebi uma SMS que me informava que tinham tentado entrar em contacto comigo e que eu não atendera (!!!) e que portanto davam o caso como solucionado – se pretendesse mais alguma coisa deveria ligar-lhes (para o tal número pago).

Capítulo II

Domingo à noite, ligo a televisão, faço algum zapping, e, minutos depois o serviço fica em preto, verifico e não tenho Internet – o modem tinha perdido o sincronismo.
Decido ligar novamente (ou finalmente) para o atendimento a cliente (a pagar…) – fazem alguns testes, e acabam por diminuir a velocidade de sincronismo de forma a ter um “serviço mínimo” (estou com cerca de 4M e apenas canais SD), visto segundo eles a minha linha telefónica estar com problemas – e garantem-me que, dada a gravidade da situação serei contactado num prazo máximo de 24 horas para resolução do problema e deslocação de equipa técnica da PT.
Passadas 24 horas decido ligar para o atendimento a cliente, mas, tendo em conta que acho que a PT tem dinheiro suficiente para me telefonar, ligo para o atendimento gratuito – o que apenas diz respeito a avarias telefónicas – escolhendo a opção “dar seguimento a avaria” o sistema automático informa-me que não tenho avarias – decido então escolher a opção nova avaria para poder explicar o meu caso.
O primeiro operador que me atende recusa-se a verificar a situação, insistindo que teria de ligar para a tal linha paga – o que me recusei visto terem me informado que seria uma avaria do telefone (serviço coberto pela linha gratuita) e estando eu à espera que me liguem.
Depois de alguma insistência, acaba por me passar a um “responsável” que, qual autómato me garante que não pode aceitar a minha queixa e que terei de telefonar para a linha paga.
Irritado acabei por dizer que tendo em conta esta situação queria rescindir o contrato – quer por a linha de atendimento ter passado unilateralmente a paga, quer pelo (mau) atendimento.
O operador das desistências – que havia sido informado pelo anterior que eu pretendia uma diminuição da minha mensalidade por ter de pagar a linha de atendimento – acaba por ser o primeiro a verificar o processo e perceber que realmente era a PT que estava em falta.
Espero agora novo telefonema – tendo me sido dado em troca do meu penoso atendimento uma mensalidade gratuita.

Senhores do Meo/PT – o que eu quero não é uma mensalidade gratuita – quero o meu serviço a funcionar – e quando este não funciona (que 99% das vezes será culpa vossa), não quero ter de pagar a preço de ouro o suporte – ao menos (sim..mesmo no mínimo) que a chamada fosse de preço único e não cobrada ao minuto…

To be continued…

[Actualização : Continua em novo post]

MEO a andar para trás?

Logo MEO

O MEO vai sofrer grandes alterações, alem de um aumento no número de canais, passando a contar na sua grelha com a Sky News, Fox Crime, National Geographic HD, mudará o que era uma das suas grandes vantagens face aos outros produtos disponiveis no mercado, a escolha de canais.

A escolha de canais passará a ser em pacotes de 5, tendo o utilizador direito a 2 “gratuitos”. Antes o utilizador podia escolher individualmente 10 canais, com a nova situação deixa de ter esta opção, podendo ter que escolher 3 ou mais “pacotes” para escolher por exemplo um canal de noticias, um canal de entretenimento e um de musica… onde passa a estar a tão badalada liberdade de escolha?

http://meo.ebserver.org

O Wiki do MEO

Logo MEO

Estou a tentar reunir toda a informação que anda por ai dispersa sobre o MEO num wiki.

Quem quiser dar uma ajuda, dê lá um salto [ainda está numa fase MUITO embrionária!]

Adeus Vodafone+Clix, Olá Meo+TMN

Ao longo do último mês fui “obrigado”, devido a várias circunstancias a abandonar que a Clix, quer a Vodafone. Muito mal se costuma falar do grupo PT, mas sinceramente, tem actualmente a todos os níveis ofertas mais competitivas, tempos de resposta muito mais aceitáveis e equipas técnicas muito mais competentes (algumas…).

Clix >> Meo

A zona de Lisboa em que vivo, Alfama, zona histórica e protegida, tem, entre os seus muitos cancros, um cancro visual, o das antenas parabólicas e de televisão. Estão por todo o lado, janelas, alpendres, telhados, muros, encavalitadas umas nas outras… um espectáculo daqueles que faz com que o turista exclame a plenos vulcões a irritante frase “very typical!”.
Realmente “very typical” é a tvcabo (ou qualquer outra fornecedora de tv por cabo) não terem absolutamente nenhuma oferta terrestre nesta área [vim a descobrir que o problema vai desde a baixa até à nova zona expo – não inclusive]. Seria de esperar, que, sendo esta uma zona protegida a nível histórico e arquitectónico, a CML ou outra qualquer entidade, obrigassem à existência de uma distribuição por cabo de TV de forma a evitar as ditas cujas antenas, à semelhança do que se passa noutras zonas do pais. Em vez disso a tvcabo escuda-se na desculpa de não poder colocar cabos por baixo da zona por ser histórica… o que é, na minha opinião uma grande treta, visto que desde há 2 anos que a epal e a cml andam a desmanchar todos estes bairros para trocar a canalização toda.

Mas… voltando à questão dos serviços Clix e Meo. Quando instalei Internet nesta casa, optei pela clix por esta ter na altura o preço mais vantajoso (tendo em conta que não se pagava a assinatura telefónica). Demoraram meses a instalar-me a linha, (não…a culpa não era da PT), perdendo sempre oportunamente algum documento, ou…ao fim de semanas à espera, dizendo que o processo não havia avançado pois precisavam de um documento que nunca haviam pedido antes. O serviço de assistência a cliente, era no mínimo MAU, mau porque se paga (e bem), mau porque se espera, e muito, e mau porque dificilmente resolviam os problemas. Nunca tive grandes problemas com o serviço em si… a velocidade era aceitável etc etc…

Mas… surgem no ano passado os serviços de TV por ADSL, smartv e meo.
Sinceramente a oferta da clix, a smartv desagradou-me logo de origem… valor de instalação caro, canais da treta, MONO (!!?!), queixas de muitos em relação à velocidade e qualidade, etc etc…
A oferta da PT, o MEO, pareceu-me logo desde o seu lançamento mais interessante : tecnologia melhor (embora da microsoft), capacidades de gravação, melhores canais (só é pena não ter alguns “exclusivos” da tvcabo como o FoxLife), etc etc…sendo que a única coisa que era realmente proibitiva era o preço (e mais particularmente o preço de instalação).

Acabado o prazo de fidelização à Clix, e estando o MEO a oferecer a instalação, 1a mensalidade, e aluguer do equipamento, optei imediatamente pela troca para este serviço.

Primeiras impressões (ao fim de algumas horas de utilização): rápido, funcional, prático. Se o serviço for fiavel, é realmente um bom produto. único defeito? Ao contrário do modelo de receptor que vi no codebits, este não tem saida por componentes (que era ideal para ligar ao projector).

Vodafone >> TMN

Aqui é tudo muito mais fácil de explicar… Adquiri recentemente um HTC Kaiser, e com uma máquina daquelas é uma pena não poder aceder em qualquer altura/lugar à Internet. Ora… a vodafone tem 2 “aditivos”, o “navegar” e o “internet”. Assim como um limite máximo de custo de utilização de internet de €1. Até aqui tudo bem. O que não se vê à primeira vista é que este serviço apenas funciona com o pre-histórico APN WAP, ou seja…apenas permite consultar página (e não todas!), estando vedado o acesso a qualquer porta que não a 80 (ou seja adeus SSH,SMTP,IMAP).

Confrontei a Vodafone com a existência na TMN e Optimus de um tarifário idêntico, mas em que se podia realmente aceder a toda a internet… ao que, ao fim de alguns minutos de conversa, a comercial da vodafone me sugeriu que realmente mudasse de operadora.. que mais dizer?

Update : criei recentemente (2008/01/16) um wiki sobre o MEO, quem quiser ver ou participar bastar dirigir-se a http://meo.ebserver.org

© 2018 E. Balsa

Theme based on hemingway and unoUp ↑