Jornais Gratuitos

Jornais Gratuitos

Para quando um movimento anti-jornais-gratuitos-cheios-de-noticias-publicitárias ?

Quando vão as pessoas começar a ver que aquela quantidade massiva de jornais não só é um desperdício de papel, como também uma forma de lhes fazer uma lavagem cerebral, com noticias ultra-simplificadas e normalmente tendenciosas?

Quando vamos deixar de ter os novos arrumadores, que em vez de pedirem moedinhas enfiam jornais para dentro dos carros das pessoas?

Pelos vistos, como se pode ver aqui (e num exemplo de Inglaterra, aqui) parece que não sou o único que considera estes jornais um problema.

5 Comments

  1. Ainda recentemente protestava com a senhora que me teimava em dar dois jornais todos os dias, quando via perfeitamente que ia sozinho no carro. Graças a deus parece que a criatura agora percebeu que agradeço o facto de me dar apenas um.

    Provavelmente deve ser para despachar aquilo mais depressa, mas não sou obrigado a andar a distribuir jornais por ela mais tarde !

  2. João Alves

    2008/02/27 at 22:36

    Até que enfim alguem aborda este tema pois para mim parece uma praga de tanto jornal e tantos RECURSOS NATURAIS gastos nesta maneira de fazer publicidade, noticias retardadas e de estudos que parecem encomendados…
    Será que algum ambientalista vê e alerta esta situação ou começam a ser coniventes com estes desperdícios !!!

  3. Acho piada que se ache que polui um jornal com meia dúzia de páginas e não se critique um outro com 4x mais páginas só porque é pago.

    Quanto ao facto de nos ser metido pela boca abaixo os respectivos jornais… só os aceita quem quer!

    Quanto ao facto de poderem ser tendenciosas… o que é que não o é na comunicação social actual?

    Quanto ao facto de as notícias serem meias notícias pela falta de conteúdo… basta ver os jornais pagos e ver a quantidade de noticias lá expostas nas mesmas condições… e já nem vou pela quantidade de publicidade que “comenos” nos jornais PAGOS…

  4. Será um desperdicio de papel, informar a população gratuitamente e fazendo adistribuição porta aporta no concelho de Vila Nova de Famalicão, nas 49 freguesias.
    Falar das associações culturais,despotiva e recreativas?Falar dos problemas das populações e das grandezas dos ciadadãos habitantes do concelho?
    Sem nenhum apoio do Estado?
    Estando à 10 anos quase 11 a lutar e a informar é desperdicio de papel?

Leave a Reply

© 2018 E. Balsa

Theme based on hemingway and unoUp ↑

%d bloggers like this: