Acho que vale bem a pena ler este artigo do “diário de bordo”, onde são postas a nu algumas das realidades sobre a segurança social…

Acho que vale a pena pensar na questão dos (falsos) recibos verdes, nas contribuições tão desmesuradas que quem os passa tem que pagar (tudo para apanhar os profissionais liberais que aproveitam os r.verdes para negocios muito maiores, declarando muito pouco).

O mundo laboral está-se a tornar um mundo de faz de conta, em que não há trabalhadores, apenas “colaboradores”. Em que poucos tem o vinculo laboral que corresponde à realidade, em que menos ainda usufruem dos contratos colectivos, frutos de anos e anos de lutas, um mundo laboral em que o Estado é um dos principais (maus) exemplos…

Hoje o Governo definiu como um dos seus principais objectivos diminuir a precariedade… se for verdade (ah ah ah) é uma volta de 180º…pena não ser…