Fim da luta armada no País Basco

Como anunciado ontem, a ETA declarou o fim da luta armada pela auto-determinação do País Basco.

É necessário lembrar que esta declaração aparece meses depois da declaração de cessar fogo e se enquadra num processo de reivindicação política da auto-determinação do Pais Basco muito mais vasta e que tem sido ignorada pelos meios de comunicação social portugueses. É agora a vez do Estado Espanhol (e também Francês) dar o seu passo, no caminho da paz e do respeito dos interesses do povo basco.

Tira de Tasio

Tira de Tasio

Diz Zapatero que “Espanha tem memória” – pois então que se lembre das GAL – brigadas assassinas a soldo do estado espanhol; que se lembre dos milhares de torturados, das centenas de bascos presos e dos milhares de mentiras inventados ao longo das décadas para denegrir a causa da auto-determinação basca.

Há quem queira lembrar Begoña Urroz, a suposta primeira vitima da ETA – pois que se lembre onde começou a mentira.

Recomendo a todos a leitura de um livro muito interessante, que tem um ponto de vista completamente neutro em relação ao assunto e que pode ajudar a levantar um pouco o véu sobre este conflito que embora esteja geograficamente tão perto, acaba por estar tão longe da mente dos portugueses – “Euskadi – A guerra desconhecida dos bascos

 

1 Comment

  1. http://www.rtp.pt/play/?tvprog=1103&idpod=65146

    Aos 37:30.

    Toda a reportagem é um exemplo de mau jornalismo…

    Mas para mim paradigmático é quando ela diz “e tudo o resto são palavras gastas e repetidas infinitamente”, mas não diz quais são, num claro acto de (auto-)censura, em que ficamos sem saber quais as revindicações e motivações do grupo.

Leave a Reply

© 2018 E. Balsa

Theme based on hemingway and unoUp ↑

%d bloggers like this: