Um portátil em 4 Capítulos (por agora)

Imaginem a seguinte situação…

Capítulo I – A compra

Compram um portátil, um ultra-book 900x da Samsung para ser mais preciso.
Trata-se de um topo de gama, a nata da nata do mercado – não existe mais fino e potente no mercado, e a marca orgulha-se do facto.

Escrevem um post sobre o dito cujo ( http://ebalsa.org/tecnologia/samsung-900x-pequena-vista-de-olhos ) em que lhe apontam os poucos defeitos, dos quais vou agora destacar “Fichas USB e cabo de ligação ethernet pouco sólidas – tem de se ter cuidado para não mexer muito quando algo lá está ligado”.

Capítulo II – O problema surge

Uns meses depois (poucos, infelizmente), surge o primeiro problema! A ficha de electricidade deixa de prender no aparelho, e só com grandes ginásticas se consegue carregar a bateria…

Não tinha havido nenhum acidente que justificasse o facto, logo, primeira reacção? Google it !

Resultados? Algumas dezenas [eg: http://forum.notebookreview.com/samsung/608842-power-plug-problem-np900x3a.html ], incluindo variadas pessoas que se dirigiram à garantia da Samsung e onde a situação foi corrigida (sem custos) e outros que indicam que o novo modelo do portátil tem inclusivé um novo design de ficha, possivelmente para evitar este problema generalizado…

Suspiro de alivio… vai ser só entregar o portátil, sofrer alguns dias (semanas?) sem ele e tudo voltará ao normal… um problema geral é normalmente resolvido pelo fabricante ou seus representantes sem grandes questões…

Capítulo III – O afastamento

Depois de algum malabarismo e planeamento, lá se consegue uns dias em que o portátil pode ser posto na garantia…
Primeiro passo? Site da Samsung – onde rapidamente se descobre que a melhor solução parece ser colocar o aparelho na “BCD – Manutenção de Equipamento Electrónico e Informático“.
Segundo passo – contactamos a BCD e combinamos uma recolha do equipamento, tudo simples e normal. enviamos um email com factura, dados, problemas … e… aguardamos pelo próximo dia.
Rapidez! Menos de 24 horas passadas o portátil já foi recolhido, e em troca apenas um papel com a decrição – mala, portátil X, carregador…

Capítulo IV – Inicio do pesadelo.
Dois dias depois, primeiro email da BCD «Vimos pelo presente informar que numa primeira análise visual efectuada ao
equipamento verifica-se que o mesmo encontra-se danificado na parte de baixo, estando o “housing bottom” partido.»
Housing bottom partido? Envia-se de imediato um email a questionar que dano é esse.
Duas horas depois, novo email – um orçamento – Mão de obra €50, Peça €25,34 – Total – 75,34+IVA pela reparação (“tipo de dano – ´partido´”)- nenhuma palavra sobre o tal housing partido…
Hora de telefonar, fala-se com alguém da BCD que nos indica que a avaria não está coberta pela garantia por dever-se a utilização indevida, mantém a mesma versão mesmo quando confrontado com os outros casos encontrados pela internet fora.
Em relação ao housing? “Já se encontrava assim quando chegou aos nossos serviços”…que vão verificar a situação.
Novo email da BCD “Conforme contacto telefónico e de acordo com o solicitado junto se envia fotos do estado físico do equipamento.

Lamentando a presente situação, porém não podemos assumir qualquer tipo de responsabilidade por actos de que somos alheios.

Agradecendo a atenção dispensada, apresentamos a nossa disponibilidade para qualquer esclarecimento adicional.”

Não sei ainda como serão os próximos capítulos, já contactei a Samsung telefonicamente que me indicou que deveria enviar um email – email já enviado…
Não quero ainda tirar conclusões, porque penso que tanto a Samsung, como a BCD ainda vão a tempo de tomar a atitude correcta… corrigir o problema da ficha electrica dentro da garantia, e em relação apenas à BCD corrigir o problema do “housing”…

(em baixo, fotos enviadas pela BCD com o dano em questão):

6 Comments

  1. Tiraste fotos ao portátil antes de o enviares para lá? Sempre que se vai entregar algo à garantia, convém fotografar (aprendi com uma situação semelhante)…

    Não fazia ideia de tão bom atendimento por parte da SAMSUNG… Tive para comprar um portátil desses por acaso, mas continuo a “juntar” para um Alienwarezinho >:]

    Por acaso enviei um Vaio para a Sony com um problema comum na ventoinha de arrefecimento e tenho apenas a dizer: EXCELENTE.

    Enviaram caixa própria para o transporte do portátil, devida documentação, tudo impecável mesmo. :)

    Mal receberam o portátil fizeram ponto de situação, previsão de entrega e afins. Tivesse a SONY portáteis à lá Alienware e compraria um :)

    Boa sorte nessa aventura da garantia!

  2. Telmo Costa

    2012/02/09 at 21:40

    epa, tendo eu já trabalhado em assistência em garantia a portáteis (HP), digo-te desde já, que vai ser muito difícil eles chegarem-se a frente… O portatil foi enviado de que maneira? dentro de alguma caixa de papelão + respectiva mala? Podes sempre alegar que os danos foram efectuados no transporte. É frequente acontecerem danos no transporte… já me aconteceu um portatil enviado para o cliente (depois de reparação) e chegar ao destino num estado, bah, desfeito.

    Boa sorte com o caso, vai dando noticias.

  3. @NoFait – não tirei fotos, mas mesmo que tivesse tirado, o que provariam?

    @Telmo – foi a propria empresa que veio buscar, tal como indiquei no post – e foi dentro daquela mala (fornecida por mim) – o argumento deles é – se a mala não tem estragos, o portatil so podia estar estragado antes – ora isso é treta…
    Eu não alego nem deixo de alegar que os estragos foram feitos no transporte – dei-lhes um portatil inteiro – apenas o quero inteiro de volta – e já agora reparado!

  4. Já sei qual foi o problema…

    Aqui está a prova :)

    Boa sorte com isso!

  5. Telmo Costa

    2012/02/13 at 17:00

    Coitado, esse a beira daquilo que eu ja presenciei, é um santo. xD

  6. Telmo Costa

    2012/03/22 at 14:06

    entao, como ficou a situação?

Leave a Reply

© 2014 E. Balsa

Theme by Anders NorenUp ↑

%d bloggers like this: